27 de jul de 2010

Algumas impressões de uma viagem...













Estive particpando do congresso mundial de comunicação, que se realizou em Braga de 18 a 22 de julho (IAMCR 2010), e aproveitei para ir antes e viajar pela Península Ibérica, Portugal e região da Andaluzia na Espanha. Em todos os lugares procurava perceber nos costumes, sinais e hábitos das pessoas a quantas anda a preocupação de portugueses e espanhóis com a sustentabilidade. No meu complexo rodriguiano de vira-lata, achava que o Brasil estaria aquém e teria muito a aprender com os europeus. Qual o que??? Vi pessoas ensandecidas para consumir porque era época de Rebajas ou Promoções de Verão, com as lojas abarrotadas de clientes. Confesso meu estranhamento de ver a voracidade de portugueses e turistas brasileiros na liquidação do El Corte Inglés de Lisboa. Há dois anos, havia estado na Itália e na Grécia, onde tive a oportunidade de conhecer várias cidades fora do circuito turístico. Em ambos países, também a voracidade consumidora me chamou atenção, sobretudo na Grécia onde percebemos um cheiro de crise, que veio a estourar um ano depois. Nessa Europa de partes de Portugal, Espanha, Itália e Grécia, percebemos pouca ou nenhuma preocupação ambiental do cidadão comum. A mera separação do lixo não é uma prática corrente nesses países. Problemas como a interculturalidade, ou seja, a obrigação de convivência num mesmo território de culturas tão diferentes parece ser o problema maior da UE hoje. A sustentabilidade se restringe ao discurso institucional de grandes empresas e de alguns governos, como o que se vê nos ônibus e placas do Ajuntamento de Sevilha. Se no Brasil também não estamos tão engajados como poderiamos na questão da sustentabilidade, aqui parece pelo menos haver uma maior sensibilidade para as questões ambientais e sociais. Fazer a sustentabilidade saltar do discurso oficial das instituições para os hábitos cotidianos do homem comum parece ser o maior desafio da comunicação. Mas isso depende de uma decisão política de quem atua na área.
Leia mais>>

20 de jul de 2010

Videos Mobilizadores



Que hoje o You Tube é um dos principais (senão o principal) canais de audiovisual em nivel global não há dúvida, a grande questão é saber sua potência enquanto canal mobilizador para questões sociais e ambientais. Este video de protesto realizado à época da COP15, realizada em Copenhagen em dezembro de 2009 foi considerado um dos vídeos mais mobilizadores por uma pesquisa de opinião realizada entre internautas dinamarqueses.
Leia mais>>

12 de jul de 2010

Assine contra o Apedrejamento de Mulhres...

Recebi por e-mail este abaixo assinado, tentei fazer uma tradução e ai está:


Nós, abaixo assinado estamos cientes do tratamento injusto de Sakineh Ashtiani. Fazemos um apelo para RELEASE ASHTIANI SAKINEH imediato.

Apelamos também para a eliminação do apedrejamento como uma prática no Irã, uma prática que viola todas e quaisquer definições de direitos humanos.

Na medida em que o Irã é signatário da Declaração Internacional dos Direitos Humanos e outras convenções, nós convocamos o Aiatolá Ali Khamenei, e os líderes do Irã assumir a responsabilidade por seus compromissos e intervir para libertar esta mulher que está sendo injustamente punida. Pedimos também o fim imediato à lapidação.

Não importa quais são as diferenças nas crenças religiosas ou políticas, o Irã deve participar, juntamente com todas as outras nações, na criação de um mundo onde a humanidade direitos humanos básicos e fundamentais prevalecem.

Lapidação é bárbaro .... E deve ser interrompido.

Assinem: freesakineh.org/#petition




Leia mais>>

10 de jul de 2010

Sustentabilidade do planeta é tema de exposição da "National Geographic"

Fotos que dão sinais sobre o aquecimento global, a poluição e outros indicadores ambientais estão na mostra. São 50 imagens clicadas por fotógrafos que trabalham para a revista "National Geographic", como Paolo Pellegrin, John Stanmeyer e Lynn Johnson.

Sesc Pinheiros Térreo e 3º andar

R. Paes Leme, 195 - Pinheiros - Oeste. Telefone: 3095-9400.
Quando
terça a sexta: 10h30 às 21h30.
Sáb., dom. e dia 9: 10h30 às 18h30.
Grátis. Tem local para comer. Estac. c/ manob. (R$ 5 e R$ 7 p/ 3 h mais h adicional).

Leia mais>>

7 de jul de 2010

Sobre correntes e formas de persuasão


Vira e mexe vejo que 90% dos e-mails que circulam pelo mundo são spam, e nesse conceito se enquadra as correntes que frequentemente recebemos de amigos, parentes e colegasde trabalho ou escola.

Alguém já reparou que a grande maioria das correntes que recebemos vem mal formatadas?

Sim, estou falando de estética. Mas também de persuasão, que é o propósito de toda e qualquer corrente. Sempre com fontes exageradamente grandes, cores berrantes e num tom tão apelativo que nos trata como se fôssemos seres insensíveis e com uma pedra no lugar do coração...

Falo isso não só como profissional de comunicação, mas como alguém que não precisa ser agredido visualmente toda vez que querem que eu compre uma causa. Algum de vocês já se perguntou se isso é realmente eficaz? Se fosse, muita gente já teria mudado vários hábitos.

Sei que ninguém precisa fazer faculdade de comunicação social pra redigir um e-mail, mas se realmente existe a tal da netiqueta, um pouco de bom senso e criatividade poderiam ser bem mais eficazes na hora de criar uma corrente.

Leia mais>>

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails