7 de jul de 2010

Sobre correntes e formas de persuasão


Vira e mexe vejo que 90% dos e-mails que circulam pelo mundo são spam, e nesse conceito se enquadra as correntes que frequentemente recebemos de amigos, parentes e colegasde trabalho ou escola.

Alguém já reparou que a grande maioria das correntes que recebemos vem mal formatadas?

Sim, estou falando de estética. Mas também de persuasão, que é o propósito de toda e qualquer corrente. Sempre com fontes exageradamente grandes, cores berrantes e num tom tão apelativo que nos trata como se fôssemos seres insensíveis e com uma pedra no lugar do coração...

Falo isso não só como profissional de comunicação, mas como alguém que não precisa ser agredido visualmente toda vez que querem que eu compre uma causa. Algum de vocês já se perguntou se isso é realmente eficaz? Se fosse, muita gente já teria mudado vários hábitos.

Sei que ninguém precisa fazer faculdade de comunicação social pra redigir um e-mail, mas se realmente existe a tal da netiqueta, um pouco de bom senso e criatividade poderiam ser bem mais eficazes na hora de criar uma corrente.

1 comentários:

Conceição disse...

Boa Regis. E fora o desperdicio de tempo e de energia, tanto por parte de quem cria, como de quem lê as benditas msgs. E desperdício não combina com sustentabilidade. Aliás vi as pequenas alterações que vc fez no blog e acho q foram positivas.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails