2 de abr de 2012

Quando a propaganda passa do limite.

Este post é de autoria de Luiz Fernando Seviero.

Creio que, como bons publicitários e comunicadores, devemos reconhecer quando a propaganda passa do limite. Até mesmo quem não tem um conhecimento técnico ou estuda durante 4 anos os fundamentos, táticas e métodos de influência, sabe quando a mensagem extrapolou o limite do bom senso e até mesmo passou a margem de tolerância.
Está aí um bom exemplo do que não se fazer na publicidade, já que, sem levantar bandeiras e expor argumentos históricos, todos sabemos quem foi Hitler. Para vocês leitores fica uma perguntinha vinda de um amigo e colaborador do Publizität: Será que Hitler é o melhor exemplo de masculinidade?



Fontes: 

Leia mais>>

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails