15 de jul de 2011

Agências de Propaganda adotam a Sustentabilidade


Est post reproduz noticia do CCSP.

Com o objetivo de difundir o conceito de sustentabilidade no âmbito das agências de comunicação e colaborar para que elas pensem no negócio tendo em vista os impactos socioambientais, a Abap (Associação Brasileira de Agências de Publicidade), em parceria com a Escola Superior de Propaganda e Marketing, coloca no ar o site www.indicadorsustentavelabap.com.br.


A intenção é fazer com que as agências de publicidade e seus clientes, fornecedores e parceiros possam dar sugestões e fazer críticas sobre as práticas sustentáveis.

Dentre as questões que contribuirão para a auto-avaliação das agências estão o monitoramento de energia, processos de produção, melhorias no ambiente de trabalho, incorporação de princípios éticos e realização de campanhas voluntárias para comunidades do entorno das próprias agências.

Os indicadores pretendem auxiliar a enxergar com clareza como são as práticas atuais das agências e como elas poderão ser aperfeiçoadas nas relações com colaboradores, fornecedores e clientes, além de colaborar com uma melhor avaliação dos impactos do produto da agência, na sociedade”, acredita Luiz Lara, presidente da Abap.

Segundo Lara, todos os indicadores foram testados em agências que se voluntariaram para colaborar com o trabalho, em todas as regiões do país. A ideia não é estabelecer um ranking, mas oferecer às agências uma ferramenta para que se autoavaliem e possam confrontar seus resultados com a média do setor, visando sua própria evolução.

Lara explica que a segunda fase do projeto será composta por uma rodada técnica, que acontecerá em agosto, envolvendo representantes da cadeia produtiva da comunicação, governo e sociedade civil.

Os indicadores estarão disponíveis no formato de cartilha que estará disponível para o público interessado.


Leia mais>>

12 de jul de 2011

Outdoor de plantas absorve CO2 nas Filipinas



[Que tal divulgar sua marca e, ao mesmo tempo, contribuir para o combate ao aquecimento global? Essa foi a “sacada publicitária” da Coca-Cola, em parceria com a ONG WWF – World Wildlife Fund, que recentemente colocou um outdoor vivo no cruzamento de duas movimentadas avenidas da cidade de Makati, nas Filipinas.

O cartaz publicitário forma a imagem de uma garrafa de Coca-Cola utilizando, apenas, mudas de Fukien, uma planta – mais conhecida como Carmona, no Brasil – capaz de absorver poluição atmosférica e, assim, diminuir a quantidade de CO2 no ar.][De acordo com a multinacional, cada mudinha de Fukien é capaz de “sugar”, anualmente, 6 kg de CO2 da região onde está plantada. Sendo assim, o outdoor, feito com cerca de 3.600 mudas, poderia absorver 21.600 kg de dióxido de carbono da atmosfera em 12 meses.

A iniciativa, claro, é apenas simbólica e não tem a pretensão de acabar com o aquecimento global – nem poderia, se levarmos em conta que um único carro emite, anualmente, 3 mil kg de CO2, segundo estimativas do Instituto Ecoar. A ideia da Coca-Cola é fazer com que as pessoas olhem para o outdoor vivo e – além de sentir vontade de consumir a bebida, claro – reflitam sobre o problema das mudanças climáticas no mundo e pensem em maneiras de ajudar a combater o fenômeno.

A ação faz parte do programa Live Positively, da multinacional, que desde 2008 promove atividades de combate às mudanças climáticas e, também, manejo responsável de águavale dizer que a irrigação do outdoor – necessária para manter vivas as mudas, que foram plantadas em garrafas PET usadas – é feita a partir de sistema que economiza água e, ainda, libera fertilizante orgânico para as Carmonas.

Por enquanto, a Coca-Cola não demonstrou nenhum sinal de que a iniciativa do outdoor vivo será implantada em outros países. Mas o que você acharia, caso a ideia se alastrasse pelo mundo? O outdoor vivo é uma boa forma de fazer publicidade, em um planeta que caminha para o desenvolvimento sustentável?]


----
Notícia publicada por Débora Spitzcovsky no dia 06/07/2011 no Planeta Sustentável
Link
Leia mais>>

2 de jul de 2011

Resiliência e Sustentabilidade

Este post é de autoria do Matheus Paiva.

Trechos do texto de Miguel Berredo publicado na revista Bodisatva –O Olhar Budista, edição verão/outono n.22, página 51.

Utilizado pela psicologia emprestado da física, o termo resiliência é a capacidade do individuo de lida com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas. No conceito de sustentabilidade está embutida a idéia de ação duradoura – manutenção, cuidar, favorecer. Em relação ao consumo seria a utilização de recursos renováveis e locais, diminuindo a dependência de produtos e recursos vindos de fora e produzidos, transportados com energia não renovável, ou finitos, como os derivados do petróleo. Quanto mais sustentável for nossa vida, maior o nível de resiliência.

Pegada ecológica é o impacto que nosso estilo de vida causa ao meio ambienta. A origem e a quantidade dos produtos que consumimos e o gasto de energia para serem produzidos, transportados e chegarem até nós indicam quão sustentável é a vida, o nosso nível de re siliência e nossa pegada ecológica. Diz-se que se todos os países tivessem o padrão dos estados Unidos, precisaríamos de mais do que a produção energética de quatro e meio planetas Terra para satisfazer toda a demanda.

...

O que fazer então? Levar uma vida mais simples e menos dependente. Nosso nível de resiliência aumenta se tivermos uma área para plantar, se nesse espaço tiver água ou se fortalecermos a produção e a economia local. Pense nisso! Encontre pessoas que pensem nisso! Forme um grupo! Faça uma ação sustentável! Pratique meditação! Essa prática aumenta nossa capacidade de adaptação e diminui nossas respostas automáticas. A meditação é uma atitude 100% sustentável, não provoca impacto ambiental e depende somente de nós.

Saiba mais:

Cidades em transição:

Transitionbrasil.ning.com

www.transitionnetwork.org

Sustentabilidade:

www.oeco.com.br

www.sustentabilidade.org.br

------------------------------------------------

Texto na integra na revista Bodisatva n.22.

http://bodisatva.com.br/


Leia mais>>

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails