28 de jan de 2011

Enquanto isso, na China...

Propaganda persuasiva, para mim, não é aquela que grita na sua orelha "quer pagar quanto?", "compre em apenas 1386 vezes" ou coisas do tipo. Sempre fui a favor de mensagens simples, mas que nos convencem pelo consenso, não pelo cansaço. (ainda falo mais sobre isto aqui, qualquer dia desses.)

Zapeando pelo Ads of the World encontrei uma peça ideal para ilustrar o que penso:
http://adsoftheworld.com/files/images/ic-card.preview.jpg
BBJ(Bazi Bushen Jiaonang) são cápsulas de um remédio tradicional chinês, indicado contra problemas de ereção dos homens (seria o equivalente da nossa catuaba?). Na China, propagandas deste tipo de produto são proibidas, logo a agencia Charm resolveu comunicar através de uma maneira não-tradicional, imprimindo a embalagem do BBJ em cartões de estacionamento. Quando o motorista usa o cartão, a cancela se levanta, simulando o efeito desejado do produto, porém sem nenhuma explicação literal.

Veja mais propagandas do mundo todo: adsoftheworld.com
Conheça a agência : charmgroup.cn

6 comentários:

Luiz Fernando disse...

rs, fico infinitamente feliz quando vejo idéias tão criativas como estas, e concordo plenamente com você Reginaldo, eu acho abominável por exemplo aquele serviços de telemarketing que enchem o seu saco o dia todo a procura de vendas e comissões...

Conceição disse...

Ótimo exemplo de mídia ambiental Regis. É o q eu digo, bom publicitário é aquele q presta atenção, observa o mundo, o q está fora dele. Qto aos que só observam a si próprios....

Rafael Figueiredo disse...

hahahahahhahahha
boa sacada.

Raphael Souza disse...

Esses caras são loucos. UAHUAHUAHUAHAUHAU

Pati disse...

Sensacional. Idéia foi muito boa, e concordo com você, a venda forçada irrita muito a quem ouve.

Raphael Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails