15 de abr de 2009

iPOD, Nike e Inclusão



Estava pensando estes dias sobre o tênis Nike, e o clássico exemplo do garoto carioca que quebra a vitrine e rouba o tênis por que anseia ter um, mas não vê a sua possibilidade de adquirir através do trabalho, já que isto em muitos casos significaria ficar um mês sem cobrir as despesas domésticas da familia.

Fiz uma busca nas campanhas da Apple, são muito bonitas, em especial esta do nanocromático que coloquei no post, a idéia de várias cores nos remete também a idéia de diversidade, de pessoas diferentes que são capazes de consumir um mesmo produto.

Depois pensei um pouco sobre como a tecnologia, e como ela teoricamente tem ficado mais acessível a todos, tenho uma aula na faculdade que se chama Novas Tecnologias, lá nós aprendemos como a internet é um meio promissor, e que dificilmente no futuro teremos campanhas e comunicação que de alguma forma não usem internet ou sua linguagem. Não necessariamente nesta aula, mas tem aqueles mais exaltados que chegam a dizer que a internet é quem vai nos tornas mais iguais.

Ai pensei na tecnologia móvel, tipo os smartphones, iPhone, iPod e por ai vão a inifinidades de tecnologias e como estas tecnologias estão se tornando acessíveis as massas e expandindo a nossa capadidade de ser um consumidor ativo. Mais que isto, se colocando como estruturas que descentralizam o poder de informação.

Passei na Applestore do Shoping Paulista e presenciei a seguinte situação:



E surgiu a dúvida: Será que as barreiras da desiguldade estão mesmo sendo rompidas pela internet e suas tecnologias, ou os degraus entre as classes continuam os mesmos?

2 comentários:

Conceição disse...

Adorei o video, foi vc mesmo q fez????

Vitório Tomaz disse...

Sim, produção própria, se tivesse filmado um pouco mais teria visto o rapaz chamando um outro para me impedir de filmar.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails