20 de ago de 2009

Globo x Record: quem ganha com a briga de cachorro grande?

No Brasil Ornitorrinco (ótima metáfora de Francisco Oliveira) é pela TV aberta que a grande maioria da população tem acesso a informação e ao entretenimento. Informação deformada e entretenimento apelativo à parte, temos uma teledramaturgia e uma publicidade de nível internacional para o padrão TV aberta. E quando vemos as duas maiores emissoras do país se degladiarem, é importante notar como se constroem os argumentos de ataque e defesa de ambos os lados. A Globo dissimula o ataque disfarçando-o em matéria jornalística, ao invocar que se trata de denúncia do Ministério Público quanto ao desvio de verba da Igreja Universal para a TV Record. Esta, por sua vez, vai ao oposto apelando aos tons melodramáticos, romanceando a narrativa, inpingindo a Globo o papel de vilã que ataca a mocinha e vítima TV da Barra Funda. E agora o mais novo golpe é a breve exibição do documentário "Muito Além do Cidadão Kane" ("Beyond Citizen Kane"), do diretor inglês Simon Hartog. De ambos os lados, temos os latifundiários do nosso usurpado sistema de comunicação aberta.

O que é positivo contudo é o alcance dessas denúncias junto a população visto a enorme audiência das duas. E quando cachorro grande briga, eles fazem o que é muito raro no espaço público democrático. Eles mostram quem realmente são. Mesmo desconsiderando o exagero, a população tem assistido a um inédito "roupa suja se lavando na tela", em que todos os privilégios, acordos, dissimulações, desvios e falta de ética dos barões da TV estão sendo mostrados. Na minha opinião, ganha a população, que passa a ver (ou pelo menos a olhar) que nem familia Marinho nem Bispo Macedo merecem tanta credibilidade. Tomara que essa briga vá longe...

1 comentários:

Claudio Eduardo disse...

De veras é uma briga em que ambas as emissoras perdem. Chega a ser hilário ver o confronto entre elas. Chega a ser revoltante o descaso para com os telespectadores, tanto pelas picuinhas claramente feitas uma para a outra, quanto pela programação de cunho “deformante” apresentada diariamente por elas. Uma pena ser apenas um duelo...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails