13 de ago de 2009

Por que é um desafio divulgar a cultura da sustentabilidade?

"As pessoas não mudam". Esta crença do senso comum é o grande desafio de todo publicitário, pois cada anúncio visa sim a convencer e persuadir as pessoas a incorporar a marca X ou Y em seus cotidianos. No caso da publicidade comercial, se apela a veia narcísica do sujeito, que se vê projetado em ideais de beleza e sucesso em que o produto X ou Y se tornam senhas de acesso. Agora, convencer um sujeito de que ele deve mudar agora, tirando-o de sua zona de conforto, porque no futuro, em vez de se tornar mais jovem, mais bonito ou mais rico, ele colabora com a preservação do planeta para os seres humanos que ainda nem nasceram é um desafio e tanto. Tentar convencer o sujeito a mudar seu comportamento no presente em função de benefícios futuros hipotéticos faz com que muitos ideólogos da sustentabilidade acreditem que somente quando a nova geração, que hoje se encontra em idade escolar, atingir a idade adulta é que muita coisa irá mudar. Se nas campanhas sustentáveis, a lógica é inversa à da publicidade comercial, o desafio maior reside na escolha do argumento, na produção de mensagens que realmente façam sentido para o sujeito hoje, nesse mundo em que tudo apela para que ele consuma mais. Infelizmente, campanhas com apelos responsáveis ainda são menos de 10% das campanhas veiculadas. Tomara que esse quadro mude e se acelere pois se a Marina Silva vier a ser candidata à presidência, haverá um salto no nivel do debate sobre tema. Enquanto isso, a sequência de catastrofes ambientais e pandemias está aí a nos mostrar que muitos estão pagando com a própria vida o preço de nosso comodismo, inclusive criativo.

3 comentários:

Rafael Figueiredo disse...

SOS Mata Atlântica - Xixi no banho

http://www.youtube.com/watch?v=XZ_DNc1zbxI

O comercial convence pelo cômico, não por apelos "ecochatos".

Luciene Felix disse...

Estimada Profª Conceição e demais amigos,

Esse vídeo é um alerta e um apelo à humanidade. É por essas e outras iniciativas que creio sim, numa tomada de consciência. E em poucos, pouquíssimos anos. Até porque, já não temos muitos recursos. Bjs., Luciene.

http://www.youtube.com/watch?v=SWRHxh6XepM

Vale a pena conferir amigos.
Ou: www.home.org

Vitório disse...

No Sustentável 2009 o que se falou bastante foi de produzir uma comunicação que mobilize através do endomarkerting, e em especial sobre o educador que a empresa deve ter perante os seus funcionários.

Vou fazer um post sobre.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails